OS  HOMENAGEADOS

Dalto

Publicado em 04/04/2014

Atualizado em janeiro de 2020

 

Após uma longa temporada sem se apresentar na capital paulista, o cantor e compositor carioca DALTO faz a alegria de seus inúmeros fãs e muitos jornalistas que lotam a praça de eventos do Shopping SP Market, por ocasião de sua inclusão na “Rockwalk Brasil®, a Calçada da Fama do Rock”, na noite de 03 de abril de 2014.

 

Com uma performance vigorosa e impecável, ao lado de sua excelente banda, Dalto não deixa nada a desejar às apresentações da época em que seu nome brilhava em todas as mídias nacionais, nos anos 80, fazendo com que seus fãs o acompanhassem nas canções “Muito Estranho”, “Espelhos D’água”, “Anjo” e “Quase não dá pra ser feliz”.

 

Antes de iniciar o show, Dalto é homenageado na Cerimônia de Inclusão na Calçada da Fama do Rock, e, logo após a captação das impressões de suas mãos, recebe das mãos de Márcio Mota, o presidente da Rockwalk Brasil®, a placa comemorativa oficial do projeto, onde já figuram as maiores estrelas ligados ao Rock nacional.

 

O carioca Dalto Roberto Medeiros é um exímio cantor e compositor brasileiro, cuja carreira iniciada na década de 70 como vocalista do grupo niteroiense “Os Lobos”, seria abandonada quando o artista decide estudar Medicina.

 

Somente em 1974 é que o “doutor Dalto” decidiria voltar a cantar, mas, o sucesso só viria nos anos 80, o boom de sua carreira com as músicas “Bem-te-vi”, em parceria com Cláudio Rabello, mas gravada e interpretada por Renato Terra, que venderia 250 mil cópias, e as seguintes “Muito Estranho”, o hit “Leão ferido” em parceria com Byafra e “Anjo”, gravada também pelo Roupa Nova.

Outros hits também marcam a carreira de Dalto, como a canção "Espelhos D'Água", que ficaria conhecida na voz de Patrícia Marx, e "Pessoa", também em parceria com Cláudio Rabello, que faria sucesso na interpretação de Marina Lima, em 1993, sendo trilha sonora da novela "Fera Ferida", da Rede Globo.

 

Após alguns anos longe da mídia, Dalto grava, em 1994, o álbum "Guru", cujas músicas principais são a faixa-título e "Quase não dá para ser feliz", e em 2000 "Cachorro fujão", pelo selo "Casa Jorge Discos".

 

Um dos últimos trabalhos de Dalto seria a canção "Faça um Pedido", parte da trilha sonora da novela "Viver a Vida".

Embora tenha sumido das rádios nos últimos anos, Dalto continua atuando no ramo musical. Com sete álbuns gravados, sendo o último "Cachorro Fujão", lançado em 2000, o artista continua compondo e fazendo shows, não mantendo, no entanto, a mesma frequência de tempos atrás...

 

Dalto também chegaria a trabalhar no Conselho Consultivo Municipal de Niterói, mas, sua paixão pela música não o deixaria longe de suas composições e de seus shows pelo país afora.

 

Dalto coleciona dezenas de Discos de Ouro e Platina e mais de três milhões de cópias vendidas, e assim, reconhecido pelo talento e respeitável trabalho realizado em prol da música brasileira, passa a incluir o Rock Hall das celebridades que compõe a Rockwalk Brasil®.

dalto-web1.jpg

CATEGORIA

‘IN MEMORIAN’

ordem alfabética

André Matos

Antonio Marcos

Banda The Jet Blacks

Big Boy

Bolão e Seus Rockettes

Carlos Alberto Belmont

Carlos Imperial

Cassia Eller

Cazuza

Celly Campello

Chico Science

Dino

Dom & Ravel

Dori Edson

Ed Wilson

Eddy Teddy

Geraldo Brandão

Henrique Bartsch

Itamar Assumpção

Jessé

João Augusto

José Ricardo

Júlio Barroso

Luizinho & seus Dinamites

Mamonas Assassinas

Manito

Marcelo Fromer

Meire Pavão

Mingo

Nora Ney

Paul de Castro

Paulo Henrique

Pedrinho Batera

Pedro Gil

Raul Seixas

Renato Russo

Rodrigo Netto

Rogério Duprat

Ronnie Cord

Rossini Pinto

Sérgio Murilo

Sergio Sampaio

Silvinha Araújo

Teddy Milton

Terry Winter

Tico Terpins

Tim Maia

Torquato Neto

Waldir Anunciação

Wander Taffo

Zé Rodrix

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2008 by MMP ROCK Business. All Rights reserved ®